Tradições de casamentos em França de Nessa

Lavanda

Em Provença, há muito que a lavanda é parte integrante das tradições relacionadas com o casamento. A flor é um símbolo de alegria e sorte para os recém-casados, daí ser incorporada frequentemente na cerimónia de várias formas.

Para celebrar a noiva e o noivo, é habitual os convidados atirarem-lhes lavanda no final da cerimónia. Uma vez que atirar arroz ou trigo está a ser cada vez menos aceitável nos casamentos em França, muitos casais estão a optar pela lavanda. É uma boa forma de os convidados desejarem sorte e felicidade ao casal no começo da nova vida em conjunto.

Outra tradição em Provença que envolve a lavanda diz que um bouquet de lavanda deve ser colocado debaixo do colchão dos recém-casados para dar-lhes sorte e paixão no casamento. Também é habitual colocar um pequeno saco de lavanda no enxoval da noiva para garantir um casamento feliz e fértil.

Algumas noivas já começam a incorporar lavanda no toucado para usar como uma coroa de flores. Finalmente, oferecer um bouquet de lavanda aos recém-casados também é um símbolo de felicidade infinita.

Marie (França) usa uma grinalda de lavanda. Diz-se que a flor traz alegria e sorte aos recém-casados. Imagem captada pela fotógrafa de casamentos profissional, Chloé Lapeyssonnie, com a D850 e a objetiva AF-S NIKKOR 50mm f/1.4G.

Garantir o bom tempo

As condições meteorológicas são o aspeto mais importante sob o qual os casais não têm controlo no dia do casamento. Para garantir o bom tempo e evitar a chuva, algumas tradições ainda são cumpridas por noivos supersticiosos. Existe uma tradição particularmente popular no norte de França na qual o casal oferece ovos a Santa Clara. A oferenda de ovos, que são um símbolo de vida e fertilidade, costuma ser feita num convento associado a Santa Clara, padroeira da paz no casamento. Uma vez que o nome da Santa Clara pode ser interpretado por significar "bom tempo", a ideia é que a santa trará bom tempo no dia do casamento. As oferendas monetárias, conhecidas como "ovos de papel", são mais comuns atualmente e, em troca, as irmãs do convento rezam pelo bom tempo em nome do casal.

A noiva francesa Marie oferece uma taça de ovos a Santa Clara para garantir o bom tempo no dia do casamento. Imagem captada pela fotógrafa de casamentos profissional, Chloé Lapeyssonnie, com a D850 e a objetiva AF-S NIKKOR 50mm f/1.4G.

A dança do brioche (Danse de la brioche)

Uma tradição de casamento habitual na Vendeia é a dança do brioche! O brioche grande, que geralmente pesa cerca de 15 kg, costuma ser oferecido pela madrinha ou pelo padrinho de um dos recém-casados. O noivo tem de transportar o brioche depois do jantar e fazer uma dança que requer força, ritmo e equilíbrio. Em seguida, todos os homens são chamados a dançar com o brioche, que é então passado para as convidadas depois de o centro ser cortado. Depois da dança final com o brioche, é comido por todos os convidados.

Marie e Nicolas (França) fazem a dança do brioche (La Danse de la Brioche). Imagem captada pela fotógrafa de casamentos profissional, Chloé Lapeyssonnie, com a D850 e a objetiva AF-S NIKKOR 50mm f/1.4G.