As tradições de casamentos no Reino Unido de Louise

O bolo de casamento

A tradição do bolo de casamento começou em Inglaterra como um símbolo de celebração e estatuto. Na Inglaterra medieval, os bolos eram empilhados o mais alto possível, tendo a noiva e o noivo de se beijar por cima deles. Se o beijo fosse bem-sucedido, significava que iriam ter uma vida próspera em conjunto!

Os bolos de casamento ingleses são, tradicionalmente, feitos de bolo de frutas empilhado em camadas com colunas no meio (por oposição aos bolos na América, empilhados diretamente um por cima do outro). Na época vitoriana, surgiu a cobertura branca para simbolizar o dinheiro e a importância social.

Atualmente, os casais escolhem sabores e estilos diferentes para o bolo de modo a refletir o seu estilo e gosto pessoal, de rodas de queijo a bolos despidos com creme de manteiga ou mesas repletas de doces! Agora, é tradição o casal cortar o bolo em conjunto, o que continua a simbolizar a união e a promessa de apoio mútuo.

Louise e Gian (Reino Unido) cortam o bolo de casamento. Imagem captada pelo fotógrafo de casamentos profissional, Ross Harvey, com a D850 e a objetiva AF-S NIKKOR 24-70mm f/2.8G ED.

A primeira dança

Adoramos a primeira dança porque é o momento em que duas pessoas apaixonadas se perdem completa e absolutamente uma na outra. No passado, o noivo roubava a noiva e exibia-a aos amigos ao dançar com ela à volta de uma fogueira antes do início da celebração. É também uma referência aos bailes formais, nos quais os convidados de honra (neste caso, a noiva e o noivo) começavam a dança com uma valsa. Atualmente, a maior parte dos casais opta por uma canção favorita ou com significado, em vez da valsa tradicional. Alguns ainda se atrevem a reproduzir coreografias complicadas para surpreender os convidados!

Louise e Gian (Reino Unido) beijam-se durante a primeira dança. Imagem captada pelo fotógrafo de casamentos profissional, Ross Harvey, com a D850 e a objetiva AF-S NIKKOR 24-70mm f/2.8G ED.

Os discursos

Nos casamentos no Reino Unido, os discursos costumam ser o ponto alto da refeição, escutados com prazer, ânimo, risos e copos cheios! Como anfitrião, o pai da noiva começa com um brinde aos noivos e costuma partilhar memórias da infância da noiva antes de acolher o noivo no seio da família e agradecer aos convidados pela participação no evento. Em seguida, o noivo agradece à família, aos convidados e aos pais da noiva antes de elogiar a sua noiva e agradecer às damas de honor por a terem ajudado a preparar-se para o grande dia.

O discurso do padrinho é, sem dúvida, o momento onde se esperam mais gargalhadas. Partilham-se episódios da vida de solteiro do noivo, geralmente com algumas piadas à custa do mesmo. O truque é encontrar um tom apelativo para toda a gente, que não ofenda ninguém, mas que consiga ser divertido e o discurso mais memorável do dia!

Noiva no Reino Unido, Louise, ri e chora ao ouvir os discursos do casamento. Imagem captada pelo fotógrafo de casamentos profissional, Ross Harvey, com a D850 e a objetiva AF-S NIKKOR 24-70mm f/2.8G ED.