30-10-2019

O EMBAIXADOR DA NIKON SEBASTIÁN LISTE SEGUE O DESENVOLVIMENTO E A DESFLORESTAÇÃO NO AMAZONAS

Amesterdão, Países Baixos, 30 de outubro de 2019 – O aclamado fotógrafo e embaixador da Nikon Sebastián Liste publicou uma nova série de fotografias surpreendentes depois de investigar os efeitos que a colonização e a desflorestação tiveram no emprego local, no comércio, nos movimentos da população e no meio ambiente no Amazonas.

São as imagens mais recentes de um corpo de trabalho mais extenso no qual Sebastián documentou o Amazonas durante os últimos oito anos. Equipado com a D850, a Z 7 e as objetivas NIKKOR, Sebastián centra-se agora na Rodovia Transamazônica e nas aldeias situadas em seu redor. O seu objetivo é consciencializar as novas gerações sobre a evolução geográfica do Amazonas: em concreto, sobre o impacto social, político e ambiental desta estrada.

A Rodovia Transamazônica é a terceira estrada mais extensa do Brasil* e divide a selva amazónica em dois. Inicialmente concebida para melhorar a integração do Brasil com os seus países vizinhos, começou a ser construída na década de 1970, mas nunca foi terminada. No entanto, a estrada continuou a ser utilizada e foram sendo construídos troços esporadicamente, o que foi provocando alterações no ambiente e nas pessoas das redondezas.

Sebastián comenta: "A construção da estrada permitiu ao Brasil posicionar-se como um dos exportadores mais importantes do mundo. Graças a produtos, como vitela, frango, café, açúcar e soja, a estrada apoiou o crescimento económico e ajudou a criar empregos na região. No entanto, implicou a desflorestação massiva e a destruição da selva amazónica; além disso, a colonização implícita teve um forte impacto na vida dos habitantes".

Embora a capacidade de crescimento e o transporte de mercadorias tenham melhorado a economia brasileira, a colonização do Amazonas provocou controvérsia e alterações. Segundo Sebastián: "a construção da estrada teve um impacto positivo na economia, mas também implicou a deslocação dos habitantes das suas comunidades, a privatização ilegal de terreno público e duras condições de trabalho para milhares de pessoas em quintas agrícolas e de pecuária. Há muitas comunidades isoladas que vivem na selva: agora têm trabalho, mas as suas vidas mudaram para sempre.”

Para documentar estas aldeias e os seus habitantes, Sebastián utilizou a D850, que oferece velocidade, resolução e sensibilidade à luz, junto com a galardoada câmara mirrorless Z 7 de enquadramento completo. As três objetivas que levou sempre consigo são a AF-S NIKKOR 35mm f/1.4G, a AF-S NIKKOR 58mm f/1.4G e a objetiva para câmara mirrorless NIKKOR Z 24-70mm f/4 S.

Acrescenta: "Necessitava de ter um equipamento fiável e robusto enquanto trabalhava nessas condições difíceis de calor e humidade. Queria documentar a situação de modo objetivo e encontrar a beleza das cenas quotidianas. Para isso, precisava de imagens de grande qualidade de momentos de uma fração de segundo e de ter o controlo absoluto sobre a luz e a cor. Só assim poderia fazer justiça à situação e ajudar a criar consciência sobre as alterações reais nesta parte remota, mas vital, do mundo."

Programa Projeto especial Nikon Europe

O programa Projeto especial Nikon Europe oferece aos embaixadores da Nikon, fotógrafos influentes e talentosos de toda a Europa, a possibilidade de realizarem os seus projetos de sonho. O programa faz parte da missão contínua da Nikon de apoiar fotógrafos inspiradores, dando-lhes uma plataforma para empreenderem projetos pelos quais são apaixonados, enquanto criam uma comunidade de artistas visuais que ambicionam fazer as coisas de modo diferente.

Para obter mais informações acerca do projeto de Sebastián, visite a página do Projeto especial

Kit

Durante este projeto, Sebastián utilizou o seguinte equipamento:

● Câmaras:
   ⚬ D850 
   ⚬ Z 7

● Objetivas: 
   ⚬ AF-S NIKKOR 35mm f/1.4G 
   ⚬ AF-S NIKKOR 58mm f/1.4G 
   ⚬ NIKKOR Z 24-70mm f/4 S