27-07-2016

Produção total de objetivas NIKKOR para câmaras de objetiva interpermutável atinge os 100 milhões

Amesterdão, Holanda, 27 de julho de 2016: A Nikon Corporation tem o prazer de anunciar que a produção total de objetivas NIKKOR¹ para câmaras de objetiva interpermutável Nikon atingiu os cem milhões em junho de 2016.

A história da NIKKOR, a marca de objetivas da Nikon, teve início em 1932, quando a Nikon (então designada como Nippon Kogaku K.K.) registou a marca comercial NIKKOR, ao que se seguiu, em 1933, o lançamento das objetivas Aero-Nikkor para fotografia aérea. Em 1959, a Nikon lançou a câmara reflex analógica Nikon F, bem como as suas primeiras objetivas NIKKOR para câmaras reflex analógicas Nikon F, incluindo a Nikkor-S Auto 5 cm f/2.

O nome NIKKOR nasceu da adição de um "r" – uma prática comum de designação de objetivas fotográficas na época – a "Nikko", a abreviatura romanizada de Nippon Kogaku K.K., o nome original utilizado quando a empresa foi constituída.

A gama de objetivas NIKKOR da Nikon consiste atualmente em mais de 90 tipos de objetivas, incluindo objetivas (essenciais) de distância focal fixa, desde ângulos de visualização ultragrande angular até superteleobjetivas, objetivas olho de peixe, objetivas com zoom, objetivas micro e objetivas PC-E que suportam uma grande variedade de aplicações, bem como objetivas 1 NIKKOR, para Câmaras Avançadas com Objetivas Interpermutáveis.

O encaixe F da Nikon, utilizado pela Nikon para as câmaras reflex analógicas e objetivas interpermutáveis, desde o lançamento da Nikon F em 1959, celebrou o seu 55.º aniversário em maio de 2016. Ao longo da sua história, o encaixe F adotou as tecnologias de vanguarda de cada época, incluindo o controlo da abertura e a focagem automática, e continua a fazê-lo até à atualidade.

A Nikon também mantém o seu trabalho no campo da investigação e desenvolvimento ao nível da avaliação do desempenho ótico. Em 2013, a Nikon deu início ao desenvolvimento e implementação do OPTIA², um dispositivo de medição de todas as formas de aberração³ que ocorrem em objetivas fotográficas, bem como um simulador de imagem dedicado utilizado com o OPTIA. O OPTIA está equipado com um sensor de medição de aberração que responde às caraterísticas de objetivas fotográficas. Quando utilizadas com o simulador de imagem dedicado, a relação entre as "caraterísticas da objetiva", como o bokeh (caraterísticas de efeito tremido), a reprodução de texturas e a sensação de profundidade, e a aberração é ainda mais explorada, o que proporciona um controlo ainda maior sobre estas características.

Uma das objetivas concebidas com recurso ao OPTIA é a nova AF-S NIKKOR 105 mm f/1.4E ED. Esta objetiva incorpora o conceito de design de "alta fidelidade tridimensional (características de reprodução superiores)", com uma reprodução mais natural de objetos tridimensional numa fotografia bidimensional. Confere às fotografias uma sensação natural de profundidade, na qual o motivo principal é apresentado de forma impressionante, exprimindo, ao mesmo tempo, características de bokeh belíssimas que mudam gradualmente à medida que aumenta a distância da posição de focagem.

A Nikon lançou o site www.nikkor.com global para partilhar uma vasta gama de conteúdo fascinante relacionado com a NIKKOR, incluindo galerias de fotografias e vídeos captados com objetivas NIKKOR, entrevistas com designers de objetivas e muito mais.


¹ Objetivas interpermutáveis para câmaras reflex analógicas Nikon e câmaras avançadas com objetivas interpermutáveis Nikon 1
² Optical Performance and Total Image Analyzer (analisador de desempenho ótico e imagem total)
³ A aberração ocorre quando a luz de um ponto de um objeto não converge num único ponto após a transmissão através de um sistema ótico, fazendo com que a imagem apareça "derramada" ou "tremida". A aberração também pode fazer com que a imagem de um objeto se forme num formato diferente do próprio objeto.